Páginas

terça-feira, 6 de janeiro de 2015

há olhares que me beijam
e eu boto a língua

2 comentários:

gabriela Vallim disse...

Preta, meu nome é Gabriela Vallim, sou uma africana na diáspora, uma rainha africana que devido a colonização não teve o direito de saber sua origem especifica. Me reconheci na afrocentricidade e me torno a cada dia mais mulherista africana, minha luta é pela reconstrução da comunidade negra e fortalecimento da nossa identidade enquanto povo. No ocidente em que a colonização mental se da de maneira tão perversa, ao ponto de muitos dos nossos não conseguirem enxergar as estratégias racistas para nosso extermínio, encontrar outras irmãos que compartilham dos mesmos anseios é no mínimo esperançoso e fortalecedor. Li seus comentários no texto que é uma pseudo tentativa de problematizar o mulherismo, e simplesmente estou apaixonada. Por favor me faça contato, seu axé em cada palavra já fez crescer em mim uma profunda admiração por você. Ubuntu-Sou o que sou pelo que somos, rainha!
Meu
e-mail:gabrielavallim.cust@gmail.com
Facebook:Gabriela Vallim
Cel: 11 9 84270211 (tim)

Gabriela Ashanti Ramos disse...

PReta, acabei me passando e só hoje vi esse seu comentário, mas já estamos em contato, então está tudo certo!!! Forte abraço!!!